Páginas

20 de outubro de 2014

Como fazer jardins pequenos?

via decorame
Para fazer jardins pequenos, como qualquer outro caso de decoração de espaço pequeno, há sempre dicas e formas criativas de se aproveitar os míseros cantinhos. Jardins pequenos podem ser uma solução para quem tem pouco espaço em casa, mas não despensa ambientes verdes à sua volta.  O jardim é um ambiente capaz de transformar o visual da residência permitindo o contato dos moradores com a natureza. Interno ou externo, o importante é que o paisagismo seja na medida certa para seu espaço.
jardim pequeno
Para elaborar um bom projeto paisagístico, é importante primeiramente definir se o jardim será coberto ou ao ar livre. Sem quintais nas casas, é recorrente a montagem de um jardim em ambiente interno, o chamado jardim de inverno. Esse tipo de jardim deve possuir somente plantas que gostam de sombra. A falta de uma área externa faz com que as sacadas de prédios sejam os ambientes campeões para se transformarem em pequenos jardins, acolhedores e bonitos.
jardim em sacada
É preciso analisar se o local tem grande exposição ao sol ou é um local de mais sombra. A exposição solar será determinante para os melhores tipos de plantas para esse espaço. Para saber quais plantas se adequam melhor aos diferentes tipos de exposição, eu recomendo o livro Plantas Ornamentais.  Este livro possui uma coletânea de espécies de plantas que compõem os jardins brasileiros. É um livro destinado aos que se dedicam à jardinagem e ao paisagismo, sendo amadores ou profissionais.
Uma solução interessante para aproveitar espaço do jardim pequeno é o uso de vasos. Estes recipientes tornam as plantas mais organizadas e ajudam a dar um charme a mais na área. Apesar de todas as vantagens que estão associadas ao cultivo em vasos, é importante ter cuidado para escolher o modelo mais apropriado. Os nutrientes que permitem o desenvolvimento precisam ser fornecidos através do adubo e irrigações, levando em conta as necessidades de cada espécie. Recomenda-se que a adubação seja realizada pelo menos duas vezes por ano, mas a umidade do solo precisa ser verificada toda semana.
jardim pequeno
Imagem: Ilustrativa
Fonte:Arquiteta responde

16 de outubro de 2014

Madeira dá origem a decks, revestimentos e móveis


A experiência de mais de quatro décadas com teca culminou na ideia de uma loja especializada.

Leve e durável, o cerne da teca pode ficar exposto ao sol e à chuva sem proteção. Assim, é indicado para embarcações e áreas externas.
Ao contrário do cerne, trecho mais escuro, o alburno, parte mais clara da tora, não resiste a fungos e cupins. por isso, placas que misturam os dois têm uso restrito a painéis, pisos e móveis internos.
O deck dispensa verniz, stain e outras proteções contra intempéries. Sai por R$ 300 o m2 e conta com garantia de cinco anos.

Fonte:Casa Abril

14 de outubro de 2014

Decoração externa

No verão, a área externa acaba sendo a preferida da casa. E já que todos querem se refrescar no quintal, jardim ou varanda, vale investir em uma decoração caprichada também do lado de fora. Móveis e tecidos para a área externa e cores vivas são perfeitos para os espaços.





9 de outubro de 2014

5 erros na decoração que podem custar caro

Sair decorando a casa sem um mínimo de planejamento, pode sair muito mais caro do que se imagina. Aquela compra que você fez e tinha certeza que era uma boa, pode trazer muito prejuízo. Por isso, vale a pena pensar nesses cinco pontos antes de tomar qualquer decisão.
erroscaros 01
(imagem ilustrativa)
Pode até parecer uma dica desnecessária, mas quem não tem uma boa noção de calcular as medidas dos espaços acaba atrapalhando na finalização de um projeto, podendo deixar sobras ou até mesmo não se adequar ao tamanho do real. Por isso sempre utilize uma trena,e qualquer dúvida consulte um profissional.


erroscaros 02a
Adicionar legenda


Não adianta amar um sofá ou uma poltrona e não saber exatamente como será o projeto final. Lembre-se: tudo vai depender das cores e do estilo que se deseja usar nos ambientes.


erroscaros 03
(imagem ilustrativa)

Não adianta querer tudo exatamente igual porque nem sempre os espaços possuem as mesmas medidas, nem sempre você encontra os mesmos materiais, além disso, a dica mais importante é sempre ter a sua própria personalidade.



erroscaros 04
(imagem ilustrativa)

Muitas vezes, a promoção é uma grande vilã na hora de decorar sua casa, porque você pode acabar comprando coisas que nem são tão bonitas assim, ou quem não combinem tanto com o estilo da sua decoração. 


erroscaros 05
(imagem ilustrativa)

Aquilo que você sempre sonhou pode não ter a ver com o estilo que escolheu para sua casa, então preste atenção, se vai se adequar e se vai ser útil, porque nem tudo aquilo que você vê na revista pode ser o melhor para o seu ambiente.


7 de outubro de 2014

Madeira no banheiro

Madeira no banheiro
(Imagem Ilustrativa)



O uso de madeira no banheiro cada vez mais está sendo utilizado, sendo esta uma escolha bastante sofisticada. Um toque de madeira usada como revestimento ou no mobiliário deixa o ambiente mais aconchegante e charmoso, além de dar uma quebrada naquele aspecto frio típico de banheiros.

Revestimentos cerâmicos que imitam madeira com perfeição são ótimas opções para banheiros já que a madeira em si não é o material mais indicado para áreas molhadas. Uma outra opção é utilizar os decks na área do chuveiro.

Usar a madeira no gabinete e em nichos também é uma boa pedida. Há muitas opções de laminados resistentes a umidade e com aspecto bastante natural. Mesmo se escolher  utilizar a madeira de fato no mobiliário, não havendo contato direto com a água, basta usar um bom produto impermeabilizante para que a durabilidade seja garantida.

Madeira no banheiro
(Imagem Ilustrativa)

2 de outubro de 2014

Cubas para banheiro


Escolher as peças que vão compor o banheiro é uma tarefa tão importante quanto prazerosa, pois a beleza dos mais variados produtos encanta os olhos e a praticidade deles garante facilidade no seu cotidiano. 
A cuba traz um design sofisticado com peças resistentes e inovadoras. Produto pensando no meio ambiente, garantindo satisfação, responsabilidade ecológica.


                                                    (Cuba em Poliéster - Hortência)s q
Escolher as peças que vão compor o banheiro
A altura da bancada precisa ser menor quando se usa uma cuba de apoio, pois o que importa é a altura da parte superior da cuba, que deve ficar a aproximadamente 85cm do chão. Uma certa variação é admitida, especialmente de acordo com a altura dos usuários, mas nunca ultrapassando os 90cm de altura ou ficando abaixo de 80cm. Para saber a altura final da bancada, então, basta definir essa medida e subtrair a altura da cuba escolhida.

       (Cuba em Mármore Sintético - Imperatriz)

Em bancadas com pouca profundidade, podem ser usados os modelos que têm base menor do que a parte superior, ficando assim com a ponta de cima para fora da bancada. É preciso tomar cuidado apenas para que a base fique inteiramente apoiada no tampo, com mais alguns centímetros de folga para não dar a sensação que ela vai cair para a frente.


30 de setembro de 2014

ESCRITÓRIO NO JARDIM


Um local de trabalho na área externa, cercado por plantas. Confira algumas dicas:

Escritório no jardim, chamado de garden office, é tendência (Foto: Divulgação)
Escritório no jardim, chamado de garden office, é tendência. (Foto: Divulgação)
Que tal trocar o cinza da cidade e o trânsito pelo trabalho ao ar livre, em contato. Segundo a arquiteta paisagista Mariana Pimentel, isso é possível. Ela projetou um garden office, uma espécie de home office, só que no jardim. O escritório diferente fica no quintal da casa de uma artista plástica e mantém a privacidade dos moradores do lado de dentro. “As plantas trazem mais criatividade e paz, sem dúvida. Acredito que este será um modelo cada vez mais procurado por empresas, onde se pode fazer um jardim vertical dentro de um edifício, ou em locais residenciais”, diz a profissional.

Neste projeto, o garden office foi coberto por um pergolado de ipê com vidro. Ele tem uma leve inclinação para impedir que folhas fiquem presas. “Deixa o escritório mais aconchegante”, explica a arquiteta. O ambiente ainda conta com mesa, cadeiras, aparador na lateral e vasos. Na entrada, há um bebedouro para passarinhos. Apesar de ser dentro de casa, o local de trabalho fica bem separado por uma cerca viva que, além de dividir, complementa o jardim. Pedras indicam o caminho até o ateliê.
 
Pergolado recebeu a estrutura para um escritório (Foto: Divulgação)
Pergolado recebeu a estrutura para um escritório. (Foto: Divulgação)
 

Fonte: Casa e Jardim